És tão grande, mas ainda assim, tão pequeno:


Podes ser exteriormente perfeito, ter esse olhar arrebatador, esses lábios que despertam uma vontade louca em te beijar, esse cabelo perfeito. Podes até ter esse corpo escultural que faz cometer loucuras e querer mais e mais, ter esse discurso bem decorado e sem falhas que com essa voz qualquer uma se rende a ti, mas não é isso que te fará melhor pessoa, és grande mas só em altura, porque em mentalidade, ainda te falta percorrer tanto mas tanto, que quando, e se chegares ao fim, vais desejar voltar para trás, porque tu és assim e gostas, a criança eterna que resume a vontade dos outros á sua. Para ti o mundo só gira em tua volta, qual sol qual quê, “Eu brilho muito mais que essa coisa!”- dizes tu.
És lindo, um conquistador nato, partes tantos corações quantos os que conquistas, és egocêntrico em demasia, fazes qualquer uma ficar louca de desejo por ti, dizes que me amas, mas é tudo fachada. Eu não passo do teu romance nas horas vagas.
E sabes que mais?!
Fartei-me, basta! Quero mais, muito mais. Quero ser feliz, amar alguém que me ame, não apenas e unicamente ser desejada. Quero poder fazer alguém feliz só com a minha presença, quero marcar a diferença. Quero chegar ao topo da montanha, poder tocar nas estrelas, quero muito!
E sabes ainda mais uma coisa?
És grande, mas eu consigo ser maior que tu.

10 comentários:

  1. Sim, lá isso é verdade .. Consegues ser bem maior do que ele, porque afinal ele só tem tamanho fisicamente(:
    Gosto muito deste texto, Mariana ...

    ResponderEliminar
  2. "Guarda as laranjas num cesto, leva-as para casa e faz um bolo de saudades para esquecer a mágoa. E nunca deixes de sonhar que, um dia, tal como eu, vais encontrar alguém mais próximo e mais generoso, que te ensine a ser feliz, mesmo com todas as pedras que encontrarem no caminho. Larga as laranjas e muda de vida. A vida vai mudar contigo."

    ResponderEliminar
  3. Eu é que agradeço!
    Eu digo o mesmo dos teus textos. São muito bem escritos e todos eles têm inseridos um grande sentimento!
    Beijinhos e continua :)

    ResponderEliminar
  4. Com o tempo, tu vais percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, precisas, em primeiro lugar, não precisar dela.
    Percebe também que aquele alguém que tu amas (ou achas que amas) e que não quer nada contigo, definitivamente não é o "alguém" da tua vida. Aprende a gostar de ti, a cuidar de ti e, principalmente, a gostar de quem também gosta de ti.
    O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até ti.
    No final das contas, tu vais achar não quem estavas à procura, mas quem por ti procura.

    ResponderEliminar