Até pode nem ser o fim.


Hoje o meu dia foi quase perfeitamente normal, de manhã estive com a melhoramiga e foi uma manhã espectacular, mas gora a tarde bem nem se fala andei triste sem cabeça para aturar ninguém e sabem porque? Porque que não me tens falado? Nem uma mensagem com um olá como me mandavas todos os dias, o que é que se esta a passar, eu pensei que tinhas entrado na minha vida para seres o meu ponto de abrigo a segunda pessoa em quem eu podia confiar a minha vida toda, e agora, diz-me agora a quem é que vou poder contar o que te contei a ti e a minha melhoramiga podes até nem acreditar mas tu e a melhoramiga eram as pessoas mais importantes na minha vida. Sabes o que é que eu me estou a aperceber? Estou a aperceber-me que perdi uma grande amizade que da qual eu vou ter imensas saudades, sim, mas vou ter mais saudades dos sorrisos que me proporcionavas só com as tuas atitudes, não precisavas de inventar anedotas ou outras coisas do género, só com a tua maneira de ser  já me fazias sorrir e eu agradeço-te por isso. Sabes o que é que eu queria neste momento? Queria que tu voltasses. Será que isto é a pedir muito Luciano?

7 comentários:

  1. tu tens mesmo jeito :p
    GOSTO +.+

    ResponderEliminar
  2. Há momentos na vida da gente, em que perguntamos por que é que as coisas são assim. São nesses momentos, que paramos para deflectir sobre o real sentido das coisas... descobrindo assim as certezas e as incertezas da vida que a gente vem carregando desde sempre. O interessante disso tudo, é que não é apenas questão de rever os princípios, mas é questão de nos revermos a nós mesmos, no que nos tornamos, como interagimos com as pessoas e perguntamos porque serão as coisas assim. Não adianta em nada se não demonstrarmos para nós mesmos o brilho, a força, a garra, o carisma, o alto astral, o vigor e a juventude. Devemos agarrar nisso tudo, e provar a todo mundo do que somos capazes e como nos dispomos a encarar os nossos medos e os nossos tropeços de cabeça erguida, de peito aberto, sem temor, sem preceitos, sem esquecer de quem realmente somos e de como realmente gostaríamos de ser. É com esse pensamento que abrimos as portas ao nosso verdadeiro “nós” e mostramos a todos quem as está abrindo. Se conseguirmos acordar todos os dias, com o brilho nos olhos, dispostos a enfrentar os medos, a dar luta aos inimigos, conseguimos obter tudo aquilo que sonhamos, tudo aquilo que queremos. É a capacidade de nos apaixonarmos todos os dias que nos faz criar asas e alar num voo rumo a lugares mais distantes e mais bonitos. Devemos ter o fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, as brincadeiras sem maldade, as asneiras sem malícia e a certeza de um amanhã melhor para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer.

    ResponderEliminar
  3. Vais ver que isto tudo vai passar, amor(:
    Beijinho*

    ResponderEliminar